Entenda a diferença entre tonalizante e coloração permanente

Postado em 24/04/2017 às 11:16:47

Diariamente o universo que ronda os produtos de beleza e bem estar lançam alguma novidade seja para o rosto, pele, unhas ou cabelo. Basta aquela passadinha rápida na perfumaria para conhecermos um novo produto, mas como nem tudo são flores, algumas vezes eles invés de solucionar criam uma nova dúvida, e é sobre isso que vamos falar hoje.

Quem está acostumada a pintar as madeixas está cansada de ver nas prateleiras das perfumarias as nomenclaturas: tonalizante e coloração permanente, será que alguém já se perguntou qual a diferença entre elas?

Vem comigo e entenda as diferenças na composição química e no resultado dessas colorações.

Tonalizante

O tonalizante é utilizado para mudar o tom do cabelo, realçar a coloração que já está opaca, além disso ele serve para dar brilho aos fios. Mas tudo isso sem alterar a cor dos cabelos, como assim Lulu?

Por ter uma baixa concentração de água oxigenada e não conter amônia, as cutículas das madeixas abrem menos e impede que o produto penetre causando a alteração da cor. Como resultado o tonalizante forma uma camada de pigmento por cima do fio, por este motivo os tonalizantes desbotam com mais facilidade.

Ou seja…

Se você tem um compromisso de última hora ou quer apenas realçar a cor natural dos fios opte pelo tonalizante, ele deixará suas madeixas com um visual mais vivo e brilhoso.

Por ter essa ação mais superficial e para que o resultado fique como o esperado o ideal é que a tonalidade aplicada seja bem parecida com a cor natural do seu cabelo. Mas atenção, não espere por milagres, é importante ressaltarmos que apesar do tonalizante agredir menos ele cobre apenas 70% dos fios brancos.

Coloração

A coloração diferente do tonalizante age dentro do fio capilar e muda a cor das madeixas de forma mais duradoura.

Ou seja…

A coloração permanente é ideal para as mulheres que querem deixar de lado a cor natural dos cabelos e querem cobrir 100% dos fios brancos. Diferente do tonalizante, a coloração permanente contém amônia e não é compatível com todo o tipo de química. Então, se você usou henna, hennê ou composições com hidróxido de sódio o ideal é esperar todo o produto sair do cabelo para, enfim, aplicar a coloração permanente.

Pontos importantes:

  • A coloração permanente abre até 2 tons a cor dos cabelos naturais, portanto , se a intenção é clarear que 2 tons, o ideal é primeiro optar pela descoloração ou decapagem;
  • Porém, se seu cabelo nunca foi pintado antes a primeira aplicação pode ficar bem próxima à cor escolhida.

Gostou das dicas ou tem alguma dúvida sobre este ou outros temas? Coloque aqui nos comentários.

 

Até mais!

Beijos Lulu

 

Referência: Fique Diva

Fotos: Reprodução